terça-feira, 5 de julho de 2016

I Congresso dos Formandos OMI da Província do Brasil

Missionários Oblatos de Maria Imaculada

Serviço de Animação Vocacional – Província do Brasil


Caríssimos Formandos, o Serviço da Animação Vocacional  OMI da Província do Brasil  no marco dos 200 anos de fundação se alegra com esse inspirador Congresso de Formandos.

“O Reino do céu é como um tesouro escondido no campo. Um homem o encontra, e o mantém escondido. Cheio de alegria, ele vai, vende todos os seus bens, e compra esse campo” (Mateus 13,44).

O carisma oblato é um tesouro de valor tão grande que vocês venderam tudo o que tinha para adquiri-lo. Não foram obrigados nem se sentiram coagidos a fazer esse processo de oblação. Fizeram-no com plena alegria, desfizeram-se de tudo que tinham, mas conforme a palavra de Deus ganharão muito mais nessa terra e no céu.

Esse belíssimo congresso nasce no marco dos 200 anos de Fundação OMI, certamente como promessa do Senhor que de que faria nova todas as coisas. Eis um novo tempo que se abrem aos vossos olhos.



Ao pensar sobre a importância desse belíssimo congresso me vêm ao coração três perguntas:

1- Com tantos outros tesouros vale apena vender e deixar tudo? O seu chamado nasceu do encontro, da atração por Jesus que lhe provocou uma resposta, nasceu da oração e da necessidade de ser livre para servir a Deus entre os pobres. No campo há outros tesouros também bons e valiosos, mas foi justamente o chamado que me fez discernir que entre tantos bons tesouros escolhi livremente o Cristo porque ele me escolheu primeiro. Bendito ano vocacional que faz voltar a minha Galileia do meu chamado.


2- Que caminhos percorrer? Levar a ter sentimentos humanos, cristãos e depois à santidade, eis o caminho indicado pelo pai fundador. Aproveitem bem a formação; o tesouro da sua vocação talvez seja aquela pérola escondida no abismo do seu interior que nem tens coragem de enfrentar o lamaçal para alcançar a beleza escondida em você.

Em uma sociedade de muita religiosidade e poucos referenciais positivos sejam os profetas de um mundo novo que rompe com os esquemas de uma sociedade hedonista, capitalista e individualista. Livres para servir!

Carregamos em nossas vidas o nome e carisma honrado pelo sangue de inúmeros mártires, que logo faz compreender que nossa santidade é o martírio. Seja nas pequenas renuncias diárias e necessárias ou na fidelidade de dar vida pelo que crê e professa.



3 - Posso ser feliz e realizado como OMI?
“... então, cheio de alegria...” Olhem para os Oblatos idosos de nossa província e vejam, vejam! Que estes homens atravessaram os mares, muitos deles ainda tão jovens não sabiam português nem tinham o aparato de informações sobre a cultura brasileira que dispomos hoje. Partiram e aqui chegaram somente confiando na promessa de Jesus de que eles não estariam sozinhos; trouxeram na cabeça e no coração as sementes do carisma OMI, fizeram do seu novo povo a sua família, semearam na alegria e na dor em terras do Brasil e hoje, contemplamos e celebramos os frutos da entrega deles, homens felizes e são felizes porque os seus olhares estavam sempre fixos em Jesus que os escolheu e os enviou.

Se eles são felizes com tantos anos de dedicação, olhemos sempre para Jesus na oração, na meditação da palavra e na missão que certamente sem nos darmos conta iremos perseverar em nossa vocação.
Por fim, desejo que o amor de vocês seja o amor de Cruz, nosso único sinal distintivo: amor fiel, perseverante e fecundo!



Confio à Maria Imaculada, nossa mãe e guardiã, que esse congresso renda cem por um, como afirmou Santo Eugênio: “A colheita será abundante se a nossa resposta for generosa”. Que o sim de vocês atraia novos jovens para Congregação.

Na comunhão de preces pelo SAV – Brasil

Pe. Edicarlos Alves da Conceição, OMI

Recife – Pernambuco 2 de julho de 2016